Acre celebra Dia Nacional do Campo Limpo com atividades no interior

Publicado em 20/08/2017 - 03:44

(Foto: Onofre Brito/Secom)

Criado para destacar os resultados de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Brasil, o Dia de Campo Limpo foi celebrado no Acre nesta sexta-feira, 18, com uma série de atividades promovidas pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), no interior do estado.

Além de promover a campanha de arrecadação de recipientes de itens fitossanitários juntos aos produtores das regiões do Vale do Juruá e Taruacá/Envira, o Idaf também realizou barreira móvel sanitária e palestra educativa na Escola Estadual Rural Universo Infantil, localizada na comunidade Assis Brasil, em Cruzeiro do Sul.

Embalagens vazias serão entregues na central de recolhimento, em Rio Branco (Foto: Onofre Brito/Secom)

“É importante ressaltar que, apesar de muita gente achar que nós só atuamos na defesa animal e vegetal, o Idaf também se preocupa e cuida do meio ambiente, bem como da saúde da população. Por isso estamos desenvolvendo essas atividades no interior, para que as pessoas se conscientizem da importância e obrigatoriedade de devolver as embalagens de agrotóxicos”, salientou o diretor-presidente do Idaf, Ronaldo Queiroz.

Além de informar e conscientizar sobre o uso e descarte correto de produtos agrotóxicos, a instituição também orientou produtores sobre prevenção e combate de pragas agrícolas, predominantes e não predominantes no estado – sigatoka-negra, moko da bananeira, mandarová da mandioca e a monilíase do cacaueiro e cupuaçuzeiro.

Joelma Pais, gerente do Departamento de Defesa e Inspeção Sanitária e vegetal do Idaf, observa: “O moco da bananeira e a monilíase são pragas ausentes no Acre, mas por sermos um estado fronteiriço, todo cuidado é pouco para que essas doenças não afetem a produção”.

As atividades em Feijó, Tarauacá e Cruzeiro do Sul, promovidas durante toda a semana, tiveram apoio e parceria da Associação das Revendas Agrícolas do Acre (Araac), do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev) e do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Superintendência Federal de Agricultura do Acre.

Semeando conhecimento

Os alunos receberam material informativo sobre os programas que Idaf desenvolve (Foto: Onofre Brito/Secom)

Em todo o Brasil, palestras sobre o uso devido dos defensores agrícolas foram promovidas em escolas rurais, com o intuito de semear conhecimento entre os jovens.

Neste ano, o governo do Estado selecionou a Escola Universo Infantil, em Cruzeiro do Sul, para receber as orientações agrícolas. A unidade de ensino contempla 147 alunos, do primeiro ao nono ano, grande parte filhos de agricultores.

Arison Brito Souza, de sete anos, se disse satisfeito com os novos conhecimentos. “Eles falaram de muita coisa que na minha casa tem. Vou repassar aos meus pais para que a nossa plantação não seja prejudicada”, afirmou o estudante.

Segundo a diretora da escola, Alcirene Barbosa, crianças responsáveis constroem um mundo melhor. “Estamos educando futuros cidadãos que vão respeitar o meio ambiente”, observou.

Para a coordenadora de Defesa e Inspeção Sanitária Vegetal das regionais Tarauacá/Envira e Juruá, Ligiane Amorim, o saldo das ações é positivo. “Nossa campanha educativa tem o objetivo de promover a mudança de comportamento na zona rural e as crianças são nossas maiores aliadas, pois quando elas adquirem consciência de um assunto, repassam aos pais, auxiliando-nos nesse processo”, disse.

Em  Cruzeiro do Sul, as atividades contaram com apoio da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Comentários