Campus do Agronegócio na Expoacre será vitrine das cadeias produtivas do estado

Publicado em 20/07/2017 - 22:17

(Foto: Sérgio Vale/Secom)

O governador Tião Viana visitou na manhã desta quinta-feira, 20, as instalações do Campus do Agronegócio que funcionará dentro da Expoacre a partir da próxima segunda-feira, 24. O espaço é reservado ao setor produtivo que, durante a feira, integra plantios agrícolas, cursos, palestras e outros eventos técnicos dirigidos a agricultores, extensionistas, estudantes e profissionais das áreas agropecuária e florestal.

Espaço do agronegócio na Expoacre deve receber cerca de 400 produtores por dia para trocar conhecimentos e negócios (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Vitrine de todo o potencial e conquistas do governo do Estado no setor do agronegócio, o Campus apresentará, principalmente, as cadeias produtivas, como a safra recorde de milho este ano, um investimento de R$ 2 milhões na produção da macaxeira, as conquistas da piscicultura e suinocultura, além de novidades no manejo sustentável e um intenso programa de mecanização agrícola em todo o Acre.

“Reunimos aqui órgãos do governo estadual, órgãos federais e bancos e mostramos do café à macaxeira, a banana, o milho, a soja e o pasto do gado, todo um modelo rotacional que nós podemos conseguir um melhor resultado incorporando conhecimento, tecnologia e estudando casos e suas consequências. Aqui temos a ‘universidade’ integrada de todas as instâncias de atuação do setor produtivo do Acre hoje”, disse Tião Viana.

Para o governador, o Campus será uma vitrine de todo o potencial e conquistas do governo do Estado no setor do agronegócio (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Segundo o secretário de Agricultura e Pecuária (Seap), José Reis, o Campus do Agronegócio deve receber 400 pessoas por dia. A área reúne as experiências de cultivo do milho, soja, banana, feijão, eucalipto, entre outras culturas. E o local funcionará com uma dinâmica de atendimento ao público diferenciado, com visitações diurnas, das 8 às 18 horas, até sábado, 29.

“Já estamos com estrutura de ônibus para buscar os pequenos produtores do Acre, para que eles possam entrar com uma visão e saírem com outra, cheia de novidades. Além disso, vamos ter empresas vendendo equipamentos e serviços. É um espaço para que o produtor faça bons negócios e agregue conhecimento”, conta Reis.

Na realização do Campus, o governo conta ainda com o apoio das Secretarias de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), Desenvolvimento da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Instituto Federal do Acre (Ifac), Sebrae. Além disso, também apoiam o evento os Bancos da Amazônia (Basa), do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Por Samuel Bryan

Fonte agencia.ac.gov.br

Comentários