Governo e prefeitura de Cruzeiro do Sul pactuam descentralização do combate à malária

Publicado em 13/06/2017 - 16:39

(Foto: Leônidas Badaró)

Na segunda-feira, 12, governo do Estado e Prefeitura de Cruzeiro do Sul deram um passo definitivo para a descentralização do combate à malária, passando para o município a responsabilidade. Como a preocupação do governo é contribuir para a diminuição dos índices da doença na região, o Estado repassa à prefeitura dez camionetes, 16 motocicletas, microscópios, pulverizadores, computador,equipamentos de escritório entre outros.

Além disso, o governo vai garantir ainda a permanência de 62 agentes de vigilância em saúde até julho deste ano e 55 microscopistas até dezembro de 2018. Além disso, o governo vai ajudar a custear o combustível para garantir o trabalho de combate à malária.

Ato de descentralização foi prestigiado por profissionais em saúde da região do Juruá (Foto: Leônidas Badaró)

Desde 1999, uma portaria do Ministério da Saúde estabelece que as ações em vigilância em saúde, como é o caso do combate à malária, em todo o país é uma obrigação municipal. No Brasil, em relação à malária, isso acontecia em quase todos os municípios, exceto em Cruzeiro do Sul.

Ocorre que com a recusa do município, em 2013, que alegou não ter condições de combater a doença, o governo do Estado, desde então, para garantir as ações na região responsável por 98% dos casos registrados no Acre, assumiu o trabalho no Juruá.

Presente ao ato em Cruzeiro do Sul, o secretário Estadual de Saúde, Gemil de Abreu Júnior, afirmou que o governo vai ser parceiro do município no combate à doença. “Só na folha salarial vamos continuar gastando quase 1 milhão de reais para ajudar Cruzeiro do Sul. O Estado não vai se distanciar. É uma determinação do governador Tião Viana continuarmos ajudando nas ações para diminuir os casos de malária na região”.

Durante o ato de assinatura da descentralização do combate à doença, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, admitiu que o município precisava assumir as ações contra a malária e agradeceu o governo pelo apoio. “Até o Ministério da Saúde pensa que a prefeitura já tinha assumido o controle da doença. Vamos fazer o possível para diminuir os índices de malária em Cruzeiro do Sul. Agradecemos ao Gemil, que é daqui da região, e que nos garantiu que vai continuar nos apoiando”.

Governo repassa 16 motocicletas para uso da prefeitura no combate à malária (Foto: Leônidas Badaró)

Por Leônidas Badaró

Fonte agencia.ac.gov.br

Comentários